Fotos de Tricliclo

Triciclos são usados para transporte e diversão

O primeiro triciclo foi construído em 1680 por um alemão paraplégico chamado Stephan Farffler. Ele era um relojoeiro e o triciclo tinha engrenagens e manivelas de mão.

Em 1879, 20 tipos de triciclos foram produzidos na Inglaterra, e em 1884, já existiam cerca de 120 modelos diferentes de triciclos produzidos por 20 fabricantes.

Os triciclos foram usados especialmente por pessoas que não podiam usar as bicicletas, como as mulheres com seus longos vestidos e homens não atléticos.

Entre 1881 a 1886, na Grã-Bretanha, os triciclos foram produzidos mais do que bicicletas, mas isso foi principalmente um fenômeno de classe, já que os triciclos eram mais caros, e as classes superiores podiam comprar para as mulheres da família. Como resultado, o triciclo permaneceu popular na Grã-Bretanha por muito tempo.

A uso do triciclo variou muito de país para país, nos Estados Unidos, os triciclos são usados principalmente por pessoas idosas para recreação, exercício, ir a lojas. Na Ásia e na África, os triciclos são usados principalmente para o transporte comercial.

Em 1900, modelos mais seguros de bicletas começaram a ser produzidos, e a cultura dos triciclos começaram a declinar, embora nunca tenham desaparecido totalmente. Os triciclos de metal modernos para crianças começaram a aparecer na década de 1960 com a demanda por brinquedos cresceram no pós-guerra dos Estados Unidos. Na década de 1970, a empresa de brinquedos Marx introduziu o triciclo popular, de plástico, o Big Wheel.

Atualmente, embora não haja tantos fabricantes como antigamente, triciclos para dultos ainda sçao utilizados para recreação e transporte. Formas de triciclos também são usados na Ásia como táxis, com o motorista na frente e um banco na parte traseira para os passageiros.

Como a popularidade de andar de bicicleta vem crescendo, a busca por triciclos também amentou. Em 2010 foi realizado o Campeonato Mundial de triciclo em Blenhiem, Inglaterra e contou com 46 participantes de todo o mundo.




Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *