Setembro é o Mês de Prevenção ao Suicídio: Sinais de Alerta e Como Ajudar

Mais de 800 mil pessoas cometem suicídio por ano no mundo

Setembro é o Mês de Prevenção do Suicídio (Setembro Amarelo), e dia 10 de setembro marca o Dia Mundial da Prevenção do Suicídio. O objetivo é aumentar a conscientização sobre os sinais de alerta, de que o suicídio é evitável, melhorar a educação, como ajudar, informação sobre a consciência do suicídio e diminuir o estigma em relação ao suicídio.

Alguns trabalhos e excelentes iniciativas foram estabelecidos nos últimos anos para abordar essas áreas. O Centro de Valorização da Vida (CVV) em parceria com o Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) realizam durante todo o mês atividades em vários estados que estimulam divulgações sobre a causa.

De acordo com os números oficiais, são 32 brasileiros mortos por dia, taxa superior às vítimas da AIDS e da maioria dos tipos de câncer.

Também temos outras organizações que criaram projetos que se concentram na partilha de etapas cotidianas simples e poderosas, pequenas coisas que todos podemos fazer para proteger nossa própria saúde mental e apoiar as pessoas que sofrem com o problema. As pessoas são encorajadas a comer e a dormir bem, a fazer exercícios regulares, a falar sobre seus problemas, a beber menos álcool e a ficarem em contato e a passar tempo com outras pessoas – todas comprovadas para melhorar a saúde mental.

No entanto, o trabalho nesta área tem que continuar e progredir. 800.000 pessoas em todo o mundo morrem devido ao suicídio todos os anos e é a segunda principal causa de morte entre pessoas com 15 e 29 anos. Há indícios de que, para cada adulto que morre de suicídio, mais de 20 outros podem ter tentado. Nós podemos e devemos garantir que o suporte seja fornecido a quem precisa, e dessa maneira devemos reduzir esses números significativamente.

Nós sabemos que o suicídio é um problema complexo. É importante reconhecer que abordar comportamentos suicidas significa apoiar as pessoas de muitas maneiras diferentes.

Aqui estão alguns sinais de alerta que precisam ser observados:

Falando sobre querer morrer
Procurando uma maneira de se matar
Falando sobre sentir-se sem esperança ou sem objetivo
Falando em sentir preso ou em dor insuportável
Falando sobre ser um fardo para os outros
Aumentar o uso de álcool ou drogas
Atuando ansioso, agitado ou imprudentemente
Dormir muito pouco ou demais
Sentir-se isolado
Mostrar raiva ou falar sobre procurar vingança
Exibição de mudanças de humor extremas

Se alguém que você conhece mostrou algum desses sinais, saiba que há maneiras de ajudar a evitar que uma pessoa cometa uma tentativa de suicídio:

– Não deixe a pessoa sozinha: certifique-se de estar com alguém em todos os momentos para que eles não façam nada imprudente.
– Livre-se de objetos perigosos: remova quaisquer armas de fogo, álcool, drogas ou objetos afiados que possam ser usados ​​em uma tentativa de suicídio.
– Ligue para o CVV – Centro de Valorização da Vida no fone 141 (e 188 apenas para o Rio Grande do Sul), pessoalmente (nos 72 postos de atendimento) ou pelo site www.cvv.org.br via chat, VoIP (Skype) e e-mail.
– Obter ajuda: leve a pessoa a uma sala de emergência ou procure ajuda de um profissional de saúde mental ou médica.




Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *