Tireóide – Tem cura engorda na Gravidez

Compreender os problemas da tiróide ajudam a ter uma vida saudável.

A glândula tireóide está localizada na parte frontal do pescoço, abaixo da cartilagem tireóide (pomo de Adão). A glândula produz hormônios da tireóide, que regulam o metabolismo do corpo. Hormônios da tireóide são importantes na regulação da energia corporal, e o crescimento e maturação dos tecidos do corpo.

Através dos hormônios que ela produz, a glândula tireóide influenciam quase todos os processos metabólicos no corpo. Distúrbios da tireóide podem variar de um bócio pequeno e inofensivo, (glândula alargada) que não necessita de tratamento. Os problemas mais comuns da tiróide envolvem a produção anormal de hormônios. Resultando em uma condição conhecida como hipertireoidismo. Por outro lado a produção hormonal insuficiente leva ao hipotireoidismo.

Embora os efeitos possam ser desagradáveis ou desconfortáveis, a maioria dos problemas da tireóide podem ser tratados, se diagnosticados corretamente.

De maneira geral, pessoas diagnosticadas com hipotireoidismo apresentam ganho de peso, já os que têm  hipertireoidismo tendem a apresentar perda de peso, devido às alterações das taxas de metabolismo, causado pela doença . Mas esses fatores dependem muito do grau de alteração da produção de hormônios, que nem sempre refletem no peso do indivíduo. Além disso, desde que não se apresente mudanças na produção de hormônios, a presença de nódulos não causa alterações de peso e quando o hipotireoidismo ou o hipertireoidismo estiverem tratados, o peso tende a se estabilizar.

Hipotireoidismo representa um perigo especial para os recém-nascidos e lactentes. A falta de hormônios da tireóide no sistema em uma idade precoce pode levar ao desenvolvimento de cretinismo (retardo mental) e nanismo (crescimento atrofiado). A maioria das crianças têm agora os seus níveis de tireóide verificada rotineiramente logo após o nascimento. Se forem diagnosticados com hipotireoidismo, o tratamento começa imediatamente. Em lactentes, como em adultos, o hipotireoidismo pode ser devido a: transtorno da hipófise, tireóide com defeito, falta da glândula.

Um bebê com hipotireoidismo é inativo e silencioso, tem apetite e dorme por longos períodos de tempo.

O histórico clinico e exame físico são partes importantes da avaliação de problemas de tireóide. O médico  vai focar nos olhos, pele, coração, e testes  neurológicos. O médico pode diagnosticar hipertireoidismo e hipotireoidismo por meio de testes dos níveis de hormônios tireoidianos no sangue.

Para distúrbios da tireóide decorrentes do excesso de subprodução dos hormônios da tireóide, ambos os tratamentos convencionais e alternativos oferecem variados métodos para restaurar os níveis de hormônio para o equilíbrio adequado. Tratamentos convencionais dependem sobretudo de medicamentos e cirurgia. Tratamentos alternativos visam aliviar alguns dos desconfortos associados com problemas de tireóide, ou para melhorar a função da glândula tireóide através de uma variedade de abordagens que vão desde a dieta com suplementos e fitoterápicos às mudanças de estilo de vida e exercícios especiais.

O tratamento de hipertireoidismo requer fabricar a supressão do hormônio da tireóide, já o hipotireoidismo, visa a  reposição hormonal.




Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *